Famílias e o Ano Sabático na Austrália

September 1, 2016, Daniela Odin

Sabatico_-_STB_Australia.jpg


Famílias e o Ano Sabático na Austrália

A situação política e econômica no Brasil tem levado algumas famílias a repensar sobre o seu futuro e buscar novas idéias, novos horizontes.

Idéias como a de ficar 1 ano fora estudando, se reciclando, fazem parte dos planos de quem busca levar uma vida melhor.

E se você está lendo este post, é porque já pensou na possibilidade do destino ser a Austrália.

Na minha opinião você está no caminho certo, pois tenho certeza que você já ouviu falar daquela famosa frase…

A Austrália é o país da oportunidades, o Brasil que deu certo!

Australia_o_pais_das_oportunidades.jpeg

Tipos de Família

Se a sua família está pensando em fazer um Sabático, você provavelmente irá se encaixar em uma das 2 opções abaixo:

  • Objetivo da Família: Ano Sabático com retorno ao Brasil
  • Objetivo da Família: Ano Sabático com intuito de Imigração

Higher Education 

A Austrália está sempre investindo no setor de Higher Education (Universidades, Mestrado, Doutorado)

E o Higher Education é uma das formas de como as pessoas podem tentar obter um visto de residência permanente aqui na Austrália.

Formas de Obter um Visto de Residência Permanente

Basicamente existem 2 opções:

  • Fazer um curso superior
  • Skilled Migration

1. Fazer um curso superior

Você vem para a Austrália, com um visto de estudante, para fazer um curso superior (Bacharelado, Masters ou Phd);

Este curso superior tem de ter no mínimo de 2 anos de duração.

Após o término do curso você pode aplicar para um visto chamado:

“Post Study Work Visa”

Este visto, dependendo do tipo de curso que o estudante concluíu, pode dar de 2 a 4 anos de residência temporária aqui na Austrália.

Sendo assim, para uma família que tem a intenção de imigrar, o setor de Higher Education acaba sendo um dos mais interessantes.

Esta opção proporciona 2 vantagens principais:

  • VANTAGEM I – Aumentar o conhecimento – A aquisição de novos conhecimentos nunca é jogada fora e vai dar um upgrade no seu currículo, independente do fato se você vai retornar ao Brasil ou não.
  •  VANTAGEM II – Aplicar para o visto de residência temporária (pelo menos 2 anos)
    • Onde esta pessoa terá o direito de morar e trabalhar em período integral, sem nenhum tipo de restrição.
    • Concorrer a oportunidades de trabalho como de um Australiano.
Próximos Passos no “Post Study Work Visa” 

Eventualmente, se você estiver trabalhando numa empresa, mostrar um bom trabalho, e se dedicar, pode surgir a oportunidade de você ser patrocinado (ou como os brasileiros falam por aqui “sponsorado”), o que levaria a você a obter um visto de negócios e na sequência você pode partir em busca de um visto de residência.

Eu sei, eu sei… Ficou complicado?

Então vamos a um resumo, ao famoso “o caminho das pedras”:

  • a. Visto de estudante p/ um curso superior (min 2 anos);
  • b. Ao terminar o curso aplica para o “Post Study Work Visa”;
  • c. Com o “Post Study Work Visa”, sai em busca de um emprego (como se fosse um Australiano);
  • d. Ao conseguir o emprego, dá o máximo de si, para se destacar junto ao seu empregador;
  • e. Se você fez um bom trabalho, o empregador pode ter oferecer um “Sponsor”
  • f. Uma vez que você tem um “sponsor”, o próximo passo será você manter um bom trabalho e no futuro terá condições de aplicar para o seu visto de residência.

2. Skilled Migration

Uma outra opção, é o programa chamado “Skilled Migration”.

Este é um programa, onde o governo Australiano emiti vistos de residência (temporária ou permanente) para que estrangeiros venham para o País e trabalhem em determinados mercados onde existe a falta de mão de obra qualificada.

O governo possui uma lista com estas profissões em demanda na Austrália.

Esta lista também é conhecida como “Skilled Occupation List” (SOL)

É importante lembrar que, estas listas de profissões mudam constantemente, conforme a necessidade do País.

No entanto, nós podemos observar algumas profissões que estão sempre ali presentes, tais como:

  • Engenharia mecânica
  • Engenharia civil
  • Enfermagem
  • Arquitetura
  • e muitas outras…

Curso Superior Dará Maiores Oportunidades na Austrália 

Todo mundo que vem para a Austrália, com um visto de estudante, automaticamente tem o direito de trabalhar.

O estudante pode trabalhar 40 horas a cada 15 dias, ou seja, em média 20 horas por semana.

Vamos tomar como exemplo a seguinte família:

  • Pai
  • Mãe
  • Filha de 10 anos
  • Filho de 12 anos

Pai: Vamos dizer que é o pai quem vai fazer o curso superior.

Mãe: A mãe vem como dependente do visto do pai. E isto dá a ela, os mesmos direitos de trabalhar que o pai possui, ou seja, ela pode trabalhar 20 horas por semana.

Importante: Neste exemplo, a mãe também pode estudar, no entanto por apenas 3 meses.

Filhos: Os filhos vem como dependentes para poderem estudar (ensino médio / high school)

Ou seja, a Austrália te oferece toda uma infra estrutura, de forma que você e sua familía possam chegar aqui e manter um estilo de vida similar ao que você mantinha no Brasil.

As principais vantagens para uma família investir no setor de “Higher Education” são:

  • A pessoa que está sob visto de dependente (a esposa no caso do nosso exemplo), se o aplicante principal estiver cursando um mestrado, doutorado ou Phd, a partir do momento que ele inicie o curso, a pessoa que estiver como dependente, pode trabalhar “full time”.
  • Os filhos, sendo depedentes e estando em fase de escolaridade compulsória, terāo um preço mais atraente do que outros tipos de curso, dependendo do Estado escolhido para estar baseado na Australia.

Estes são grandes diferenciais na hora de fazer o planejamento de uma familia.

A família toda vai aprovar um plano destes…

a_famila_vai_aprovar.gif

Espero que este post tenha te dado uma melhor idéia de como você pode concretizar o seu sonho de morar no exterior com a família.

Tem alguma dúvida?

Deixe os seus comentários no campo abaixo ou entre em contato conosco.

Clique no botão “quero estudar”
e faça orçamento personalizado.