Feitos Para o Mundo – Intercâmbio na Austrália

October 14, 2016, Luiza Falkenbach

Luiza_Post_1_-_Header_Image.jpg


Feitos para o Mundo – Intercâmbio na Austrália

A Luiza Falkenback fez um Intercâmbio na Austrália em 2015, e agora está de volta ao País.

Este aqui foi um texto criado pela Luiza, contando a experiência dela quando decidiu fazer o intercâmbio de High School na Austrália em 2015.


“Os filhos são para o mundo” ela disse.

Com certeza a frase mais marcante já dita pela minha mãe até hoje.

Quando ouvi ela pela primeira vez, não teve nenhum sentido grandioso, nada considerei além de que ela não queria que passasse a vida inteira morando com ela.

Um Novo Ponto de Vista

Com o passar do tempo a vida muda o olhar que temos sobre as coisas.

Aos doze anos ouvi essa frase de novo enquanto assistíamos uma série da Disney onde aparecia (como quase na maior parte das séries da disney) uma menina nova chegando em uma escola, uma “high school”.

Naquele dia eu falei o quanto eu me imaginava entrando nesses colégios, com aqueles corredores enormes cheios de armários, os grupinhos, a vida escolar e todo o resto.

Com doze anos fiz meu primeiro Intercâmbio.

Intercâmbio Canadá

Meu primeiro Intercâmbio foi para o Canadá, foi um mês incrível, onde conheci várias pessoas do mundo inteiro, vi neve e tudo mais.

Com quatorze anos fiz de novo, pro mesmo lugar e mesma escola. A experiência foi única, foi esplêndida mas sempre ficou aquele gostinho de faltou algo, frio não é pra mim, foi pouco tempo, quero mais.

A Vida Passa Rápido

Queria mais mesmo, não apenas um mês em um curso de inglês mas sim ter a experiência de estar numa high school pra valer. Primeiro ano de ensino médio então passou, até que o segundo estava quase chegando ao fim e me dei por conta de quão rápido o tempo estava indo e que meu sonho high school ainda não havia se tornado realidade.

Estados Unidos Não, Austrália SIM

Mencionei minha vontade de fazer um intercâmbio e para minha felicidade, a reação dos meus pais foi a mais desejada.

Na mesma semana já fomos no STB pedir ajuda pra escolher País, ver preços, tempo, regras e toda documentação.

O processo era muito rápido, estávamos em cima da hora e nem País tínhamos certo ainda.

Minha família tentava colocar na minha cabeça que o melhor para mim seria Estados Unidos, por eu já ter uma prima morando lá.

Mas para mim, viver lá nunca havia sido uma vontade, nunca me agradou aquele loucura, o consumismo etc.

Eu sempre soube para onde queria ir e meus pais sabiam que eu estava certa, e eu realmente estava: Eu escolhi a Austrália.

Expectativas

É sempre muito lindo imaginar um intercâmbio. Quando me imaginava do outro lado do mundo, só via coisas boas, vida linda, amigos, festas, viagens, praia, sol…

Mal podia esperar pelo dia do embarque.

Óbvio, sabia que sentiria uma falta enorme dos meus amigos, duvidava sentir muito a falta dos meus pais, e sabia que sofreria por causa do meu irmão mas, poxa, estava indo para a Austrália!!

Estava realizando um sonho!

O Dia do Embarque

O dia do embarque estava próximo, muitas despedidas, muito choro, muita festa, presentes, surpresas e tudo mais.

Até que enfim…

“É HOJE!! “

Coração na boca, mãos suadas, levanta rápido que temos que correr, verifica a mala, documentos, não esqueceu nada? Cadê o passaporte? Que horas são? Vamos rápido que o check in começa em uma hora!

Tudo uma loucura mas por fim deu tudo certo. Família inteira chorando no aeroporto, mil abraços, recados, dicas e lembretes. Última chamada, a hora havia chegado.

A ficha não caia, já estava a horas no avião com 70 outros intercambistas e mesmo assim sentia que nada estava acontecendo.

Chegando na Austrália

Já em Sydney, e ainda nada parecia acontecer; todos nós no hotel juntos parecia até a Disney. 

Dois dias se passaram e o momento de conhecer as homestays havia chegado.

“Que roupa eu uso?” “Como eu cumprimento?” “O que eu falo?” “O que será que eles vão achar de mim?” Milhões e milhões de borboletas na barriga.

Chegando em Brisbane

Chegada em Brisbane e a hora do encontro chegou. Estranho cumprimentar um grupo de pessoas desconhecidas que me acolheriam por no mínimo 6 meses.

Família enorme, 5 filhos, 4 intercambistas e 7 gatos, “MÃE ME SALVA!”

Salva que nada, hora de ver as coisas pelo outro lado: família grande é igual a casa agitada, pessoas animadas e sensacionais! “Não podia estar mais feliz.

Primeiro passo feito, primeiro medo resolvido com sucesso.

Agora estava na hora de enfrentar outros; o que a Austrália guardava pra mim?

Um ano do outro lado do mundo, nova escola, novos amigos, outro ambiente, nova vida.

Hora de recomeçar.

Hora de crescer e ter novas experiências afinal, fomos todos feitos para o mundo. 

Clique no botão “quero estudar”
e faça orçamento personalizado.