Primeiras impressões e sotaque australiano – Blog do High School

October 7, 2015, Carolina Mutarelli

Blog_do_High_School_-_Carol_Post_2


Primeiras impressões e sotaque australiano – Blog do High School

Antes de eu vir para down under, uma coisa que eu já sentia uma certa insegurança era com o sotaque australiano. Assisti vídeos, conversei com amigos que já tinham vindo para Austrália e era um fato: eles realmente teriam sotaque. Quando assisti o primeiro vídeo confesso que fiquei um pouco desesperada porque não consegui entender muita coisa… Hahaha!

Mas se você estiver pretendendo vir e também estiver tentando se informar, não se desespere porque não é tão ruim quanto parece.

De fato os australianos tem uma forma diferente de falar e usam muito o famoso slang (gíria), é como se eles fossem meio preguiçosos e abreviassem as palavras, mas eu te garanto que se você tem um nível razoável de inglês vai conseguir relacionar com as palavras normais e vai entender (mesmo que leve uma ou duas semanas). A verdade é que algumas pessoas vão ter mais sotaque do que outras, e quando eu conheci a primeira pessoa com bastante sotaque foi um pouco difícil de entender e com certeza acharam que eu tinha algum problema porque eu ficava rindo (aquela risada concordando com tudo o que falam quando você não entende alguma coisa), mas depois que você vai conversando e ficando mais a vontade fica tudo certo.

Lembro até hoje do dia que eu cheguei. Entrei na casa, dei oi para minha host Family, deixei minhas malas no meu quarto e depois sentamos todos juntos na cozinha para conversar e tudo mais. Minha mãe daqui é filipina (o que aliás é muito comum aqui na Austrália), então o sotaque dela é mais de estrangeiro. Não sei se era porque eu tava super nervosa e cansada (porque o vôo foi quase de 24 horas) ou se é normal pra todo mundo ficar assim no começo, mas para mim foi complicado. Eles falavam rápido entre si e como no Brasil eu não falava inglês o dia todo e nunca tive um inglês 100% fluente as vezes eu ficava meio perdida e pedia pra eles repetirem. Sem duvida as palavras que eu mais usei nos primeiros dias foram “Sorry? “ e “Pardon?”, mas o que eu posso te dizer com toda a certeza é que eles não tem problema com repetir o que falaram, até porque você é um estudante internacional e eles não esperam que você entenda absolutamente tudo e muito menos que seu inglês seja incrível.

Na primeira noite eu fiquei  me sentindo um pouco perdida e aquela animação de estar finalmente vivendo o meu intercâmbio ficou um pouco de lado e eu só conseguia pensar “o que eu tô fazendo aqui?”. Tenho alguns amigos brasileiros que vieram pra intercâmbio comigo e a maioria diz que a primeira semana deles também foi meio sofrida e eles tiveram homesick (saudade de casa) algumas vezes, mas depois de uma semana você já superou tanto que não tá nem querendo voltar para o Brasil mais.

Uma coisa muito boa da galera australiana é que eles parecem muito com os brasileiros no sentido de afeto, ser simpático, querer conversar com gente nova. Não vou mentir dizendo que as pessoas na minha escola falam com todos os estudantes internacionais porque assim como no Brasil quando a gente acha a pessoa meio estranha ou que parece ser fechada nós não vamos puxar tanto papo,  e isso acontece aqui também. Mas o pessoal da escola, gente na idade de 15 a 23 anos (idade que eu tenho mais contato) adora brasileiro e até tentam falar um pouquinho de português, mesmo que na maioria das vezes acabem falando espanhol ou italiano. Mas uma coisa que aqui é ainda melhor que no Brasil é que as pessoas além de simpáticas são muito educadas. É difícil ver alguém que não fala bom dia ou agradece por qualquer coisa, você vê isso no ônibus, na escola, academia, super mercado e em qualquer lugar que você imaginar. Além disso, em restaurantes, cafeterias e estabelecimentos desse gênero é muito normal que os garçons te perguntem coisas do tipo “o que você vai fazer no final semana?” ou qualquer coisa assim, e não, ele não vai estar dando em cima de você.

Por esses e outros motivos que eu ainda vou mostrar pra vocês a Austrália é sem dúvida um dos melhores lugares do mundo e sem dúvida vai te conquistar assim como me conquistou. E se você continua preocupado com o inglês e sotaque, não se preocupe, eu não tenho dúvidas de que no máximo em duas semanas você já vai ter se acostumado e vai estar conversando com qualquer australiano sem nem se dar conta de que tá falando inglês, acaba se tornando um hábito.

girls_relaxing

Esse vídeo mostra quais são os diminutivos que eles mais usam, parece meio estranho mas depois de um tempo você se acostuma.


Qualquer dúvida perguntem ou comentem as experiências que tiveram.

G’day mate!

Clique no botão “quero estudar”
e faça orçamento personalizado.